Chás só a partir do sexto mês

Atire a primeira pedra quem nunca ouviu o conselho de dar um chazinho. Seja para as cólicas do RN, para um resfriado ou para dormir melhor. Sempre surge a dúvida se pode, quando pode e qual pode!
Vamos lá?
➡️ Assim como a água, os chás só devem ser oferecidos depois dos seis meses. Antes disso, a amamentação deve ser exclusiva! (Mesmo em caso de receber fórmula)
Acho importante esclarecer os motivos disso, para não parecer exagero:
1️⃣ O leite materno tem fator de proteção contra doenças e infecções (incluindo pneumonia, intoxicação alimentar e diarreia). Essa proteção, entretanto, diminui significativamente quando outro líquido é ingerido (inclui água, suco e chás).
2️⃣ O estômago do RN é muito pequeno. Ocupar o espaço dele com água ou chá diminui a oferta de calorias e nutrientes necessários para o crescimento adequado do bebê.
✅ A partir dos seis meses, os chás podem fazer parte da alimentação do bebê, desde que em quantidades pequenas e nunca adoçados.
➡️ Sugiro que o chá seja ofertado em colher ou mesmo em uma pequena xícara, evitando o uso de mamadeira!
❓ Quais ervas são seguras? Camomila, erva-doce, hortelã e cidreira.
🚫 Não ofereça chás com efeito diurético ou com cafeína e isso inclui erva mate e chás pretos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *