Quando posso introduzir o mel na alimentação do meu filho?

🍯 A recomendação oficial orienta esperar o primeiro aniversário para introduzir mel (mas está para mudar!!). O motivo considera apenas o grande risco de intoxicação, causada pela bactéria Clostridium botulinum. O risco de botulismo também está presente nas crianças e adultos, mas a forma mais grave ocorre quando o sistema imune ainda não está bem desenvolvido, que é o caso dos bebês menores de um ano.

❇️Entretanto, eu opto por orientar a introdução do mel tão tarde quanto a do açúcar.
➡️ Apesar de conter mais vitaminas que o açúcar refinado, este alimento é extremamente doce, e como nos primeiros 2 anos o paladar está em formação, não acho viável a apresentação desse sabor tão cedo.
➡️Exceção: depois do 1 ano, o mel pode ser utilizado como tratamento dos sintomas das gripes ou resfriados, pela suas propriedades medicinais. Desta forma, ele não estará prejudicando a formação do paladar, pois será oferecido ocasionalmente em preparações que não visam alimentar.

❇️Lembrando que assim como suco em excesso e alimentos industrializados, o consumo do mel é fator de risco para o desenvolvimento de diabetes e obesidade e a quantidade deve ser limitada, mesmo após os 2 anos.
🤔Mas nutri, como vou adoçar as preparações?

➡️ Em geral, crianças que não conhecem açúcar não sentem falta do sabor doce nas comidas. Comem tranquilamente iogurtes sem sabor, pão sem açúcar e leite sem achocolatado. Quando for necessário adoçar, utilize as frutas! Banana madura é uma excelente aliada, bem como as frutas secas (tâmaras, ameixa seca, uva passa e damasco).

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *